No meu post anterior expliquei como ser um hacker de sucesso, obviamente aquilo era apenas uma visão geral, do que você precisa saber, para tornar-se m hacker.

Um hacker inciante deve seguir alguns passos básicos, para não perder tempo apenas usando ferramentas, sem saber o conceito por trás delas.


O primeiro passo para tornar-se um hacker, é entender como eles pensam, como agem e o que os motiva.

A mente de um hacker

Vou comentar alguns pontos importantes, para que você passe a entender a mentalidade de um hacker e possa ter uma noção de como desenvolver a sua personalidade à partir disso.

Hackers são pessoas inteligentes — nem sempre natos — mas ainda assim, muito inteligentes, além de outras características a seguir.

Autodidatas

Para quem não sabe, pessoas autodidatas tem a capacidade de aprender sozinhas, sem precisar que alguém lhes fale o significado e função das coisas. Resumindo, elas buscam o conhecimento.

Racionacinam de forma lógica

Pensam de forma lógica, claraobjetiva. Cada passo é calculado, as decisões devem levar em consideração quaisquer riscos e só devem ser executadas em caso de rísco mínimo.

Aproveitam o tempo para fazer coisas úteis ou aprendizado

Pessoas com personalidade hacker, buscam aproveitar o tempo da melhor forma, evitam distrações à todo o momento, muitas vezes são confundidas com anti sociais, entretanto isso não passa de uma balela. O fato pelo qual hackers evitam pessoas, é porque elas significam “perda de tempo” na maioria das vezes, seja com assuntos fúteis e conversas improdutivas, ou até mesmo pensamentos que não contribuem nem agregam nada em nossas vidas.

— A maioria dos meus colegas da escola era realmente muito fútil e não contribuíam com nada, gostavam apenas de tirar sarro alheio e reclamar das matérias e professores.

Se você quer ser um hacker, não veja a idade como um problema, independente de ter 12, 18 ou 30 anos, busque aprender a todo momento, conhecimento é sempre bom, por mais simples que seja, você carregará tudo o que aprender para o resto da vida.

Virando um hacker na prática

Agora que você já tem uma noção de como é a mente de um hacker, podemos começar pela parte prática.

Comece a utilizar sistemas Linux.

O fato mais importante por trás disso, é que o linux é um sistema menos “amigável”, você quer instalar um software? — Baixe-o e compile você mesmo. São poucas as aplicações que vem com um instalador padrão windows. Tudo é feito na mão, e com isso você acaba aprendendo muito sobre o sistema. O Windows não é um sistema propriamente ruim, ele é bom, atende as necessidades das pessoas, mas não atende às nossas necessidades, nós queremos mais!

Outro ponto interessante, é que os sistemas Linux são sistemas de código aberto, ou seja, você pode modificar o código fonte dele, adaptar sistemas para seus próprios propósitos e com isso construir coisas incríveis, além do mais… Vamos falar muito disso por aqui, ainda mais pra frente.

Tenha paciência

Muitas vezes, um hacker precisa mais de paciência, do que de conhecimento técnico, uma invasão bem sucedida, até mesmo uma caçada forense, depende mais de paciência do que de conhecimento técnico. Se não der agora, tente mais tarde, se não der hoje, tente amanhã, na terça que vem, no natal… Uma hora você conseguirá, isso nós temos certeza.

Não desista jamais

A perseverança é uma qualidade para poucos, poucos mesmo e esse é o principal motivo pelo qual, poucos são bem sucedidos. Desistir não faz parte do nosso vocabulário, nós mudamos o plano, o projeto, as ferramentas, mas jamais desistimos.

Não foque apenas em aprender a usar Kali Linux ferramentas

As ferramentas são muito legais — incríveis eu diria —, mas se você quer ser um hacker de verdade, deve aprender o conceito por trás delas, deve ir atrás da origem, sabe? buscar a raiz — o root — e aprender os conceitos por trás de cada um dos itens é essencial, é necessário saber como funciona, para que você possa fazer um bom uso, isso inclui também a sua própria segurança.

Procure aprender lógica de programação e matemática

Se você já é bom em matemática, isso é ótimo, se não… É bom começar a aprender, pois matemática é a base da computação. Quanto à lógica, está diretamente ligada a matemática — Mr. Óbvio — e você usará ela em literalmente tudo o que for fazer, independente de programar ou não, nos próximos posts eu explico isso mais detalhadamente.

Nosso blog terá uma coluna específica para tutoriais de lógica e programação para iniciantes e como o nosso escopo é o mundo hacker, pretendo que usemos Python em ambiente Linux Ubuntu. Pois vamos criar nossos próprios softwares — Tudo para fim didático (pode ser que nesse meio alguém seja recrutado para participar de um hacking sinistro contra algum órgão do governo) — inclusive, automatizar scripts para exploits ou até mesmo configurações de segurança em servidores. Isso será muito divertido e de grande aprendizado.

Até lá pessoal.