Ransomware é um tipo de software malicioso que ao ser executado, utiliza uma forte criptografia para bloquear os arquivos no dispositivo vitima, adicionando também uma mensagem de aviso, cobrando um valor em dinheiro em troca do desbloqueio dos arquivos. Algumas variações também contem um cronometro que marca o tempo até a eliminação permanente dos arquivos, forçando a vitima a pagar o valor.

O primeiro ransomware

O primeiro Ransomware foi escrito em 1989, por Joseph Popp, era chamado de AIDS e continha a seguinte mensagem:

“Eu fui selecionado para lhe informar que no processo de coletar e executar arquivos, você acabou se fodendo, novamente: isto te fodeu. Não, não pode ser; SIM, pode ser, um vírus infectou seu sistema. Agora o que você tem a dizer sobre isso? HAHAHAHA, se divirta com isso e lembre-se: não há cura para AIDS

Outros tipos de Ransomware

Outro tipo de Ransomware são os que não usam criptografia, utilizam exploits no sistema para bloquear o acesso. Um bom exemplo é o vírus russo Winlock que utilizava falhas do windows para gerar tal bloqueio. O vírus exigia que as vitimas enviassem um SMS para um número em especifico para conseguir um código de desbloqueio, o valor do código era de aproximadamente $10. O grupo responsável pelo desenvolvimento do vírus foi preso e, de acordo com jornais locais,  chegaram a arrecadar cerca de 16 milhões de dólares. Noticia.

Como se previnir

O processo de infecção por um Ransomware é o mesmo qualquer outro trojan comum, ele pode vir em forma de imagem por e-mail, disfarçado de algum outro programa ou até mesmo junto do vídeo de conteúdo adulto que você costuma baixar (Brincadeira, eu sei que você não faz essas coisas…). Hoje em dia Ransomwares não são mais tão comuns, por uma questão de avanço dos sistemas e dos antivírus e por que os métodos utilizados na criptografia já são conhecidos, e soluções são comuns na internet (LiveCD de Linux resolve rapidinho), na atualidade eles são mais utilizados em ataques a alvos em específico empresas, governos ou até famosos. Um exemplo foi a manifestação da Anonymous Brasil contra a Anatel, onde diversos computadores foram bloqueados, e tal bloqueio só seria revertido caso a empresa vitima desistisse de certas “implementações” no sistema do serviço de internet. Noticia.
Em geral, seja um bom usuário, não baixe arquivos suspeitos e nem frequente sites “estranhos”, também é bom ter um antivírus, eles dão a sensação de segurança.