Pessoal, pode parecer desumilde da minha parte, mas não é. Vou explicar para você o porquê desta afirmação.

Por quê não recomendo que iniciantes utilizem o Kali Linux?

Porque ele tem uma documentação “fraca”, os desenvolvedores dele não estão nem aí para o seu nível de conhecimento, porque o Kali não foi feito visando ganhar usuários, ele tem um público específico, e os desenvolvedores sabem que o público alvo tem os conhecimentos básicos para utilizar este sistema.

Público Alvo

O Kali Linux é uma ferramenta para pentesters.
Pentesters são pessoas com vasta experiência em sistemas operacionais e redes — a nível de engenharia industrial, eu diria.
Dito isto, os desenvolvedores do Kali Linux não se preocuparam em detalhar a documentação dele, fazer mapeamento de erros — até porque ele é baseado em Debian/Ubuntu e isso faz com que os erros sejam parecidos e as soluções também — e nem nada do tipo, a documentação dele é bem básica e enxuta, pois eles sabem que o público alvo do seu “produto” saberá utilizá-lo.
— Para quem é desenvolvedor de software, todos sabemos que é um dilema dos infernos desenvolver para usuários comuns, pois além de detalhar a documentação igual se detalha um alfabeto para uma criança — mesmo sabendo que ele não irá ler nenhuma linha dela —, sabemos que o usuário vai conseguir bugar o seu sistema, instalar errado e não vai seguir as recomendações.

Conhecimento base

Como falei acima, o público alvo deste sistema é um público que já conhece o ambiente. Então, é esperado que usuários do Kali saibam resolver os problemas mais básicos, como falhas de repositório e problemas na instalação, por exemplo.

Se você não tem este conhecimento, não há problema, mas você terá que desenvolver a mentalidade de um desenvolvedor, nós buscamos tudo o que precisamos no google, sem choro, não postamos em grupos de ajuda, dúvidas básicas como problemas de instalação, repositório e configurações de tela, elas estão solucionadas e indexadas no buscador, então antes de publicar em grupos pela internet, busque no google.

— Pessoalmente, já presenciei cenas constrangedoras entre desenvolvedores, porque o cara sequer buscava no google antes de publicar em fóruns e grupos. Então, USE A PORRA DO GOOGLE antes de tudo. Não me leve a mal, eu falo para evitar que aconteça com você o mesmo que já aconteceu inclusive comigo.

Leia a documentação do sistema

Independente do tipo de sistema, seja um sistema operacional, uma ferramenta, um jogo… Leia a documentação, nós temos um trabalho gigantesco para construir uma documentação que seja clara e de fácil entendimento, então o mínimo que você deve fazer é ler ela, antes de começar a usar a ferramenta. Isso servirá para que você não perca tempo procurando soluções na internet ou dependendo da boa vontade de outros usuários, quem nem sempre tem tempo e disposição.

Li a documentação e não achei nada que possa me ajudar

Neste caso, você deve procurar um fórum especializado, de preferência o do próprio desenvolvedor, pois lá ficam catalogados todos os problemas para aquele sistema específico e postar a sua dúvida lá, ajudará outros usuários que tiverem o mesmo problema, bem como você se beneficiará das dúvidas de outros usuários. Grupos no Facebook, Fóruns de terceiros também podem ser acessados à partir disto.

Recentemente, eu vi um post sobre alguém ter problemas de repositórios no Kali Linux, e o cara era visivelmente um iniciante — mas preferiu dizer que não — e os outros usuários acabaram sendo até grosseiros com ele, por um motivo até compreensível. Nós esperamos que usuários do Kali Linux, saibam como utilizar ele. Ele é baseado no Ubuntu, os comandos são iguais, a interface é amigável, a diferença está na documentação do Ubuntu, que é maior e tem uma comunidade também muito maior para ajudar usuários iniciantes, onde você irá se familiarizar com o sistema, depois conhecerá ele intimamente e por fim, utilizará as ferramentas mais avançadas dele.