Olá novamente.

No post anterior, desta série, tratei sobre a carreira de programador, você pode conferir clicando aqui.
Desta vez abordarei sobre a carreira de Desenvolvedor de sistemas.

Mas, o que faz um desenvolvedor de sistemas?

Bom, a resposta pode ser até um pouco óbvia mas, desenvolver um sistema não é exatamente a única tarefa desse profissional.

Naturalmente, o desenvolvedor de softwares precisa ser capaz de executar todas as tarefas do programador, para caso ele precise atuar no código, porém, além dessas habilidades, o desenvolvedor precisa olhar para o projeto como um todo.

Além da parte técnica da criação do programa, existe também a parte “humana” no projeto. Um programa é criado com alguma finalidade (obviamente), em sua maioria, essa finalidade é voltada a auxiliar algum profissional em suas atividades, seja um programa de gerenciamento de ponto eletrônico ou até mesmo um programa que automatiza um processo de criação inteiro em alguma fábrica.
O ponto é que, o desenvolvedor de softwares, nesse tipo de projeto, precisa estar em contato, além do programador, com os demais profissionais envolvidos no projeto, e até mesmo com outros profissionais de outros setores, afim de entregar para o programador, a melhor forma e mais eficiente, que o programa deve ser escrito.

Em outras palavras, podemos dizer que o programador escreve, enquanto o desenvolvedor diz até onde ele pode escrever.

Wesley PauloAcadêmico em Análise e desenvolvimento de sistemas pela Unopar (Universidade Norte do Paraná):

“Um desenvolvedor de sistemas, vai além do conhecimento na parte técnica de programação.
Acima de tudo ele precisa ter conhecimento vasto na área de organização de projeto. Quando uma empresa contrata um desenvolvedor ou até um analista de sistemas, ela está procurando por alguém que além de programador, seja um profissional capacitado em enquadrar-se, dirigir e/ou participar de uma equipe de desenvolvedores para poder prestar seus serviços para sua empresa.
O desenvolvedor de hoje, também é bem mais cobrado quanto a suas “competências”.
É quase que requisito ter também alguns conhecimentos básicos sobre Design e UX(User Experience), seja para dev mobile, seja para dev Web.”

No Brasil, encontramos com facilidade anúncios de empregos onde entre os requisitos tenha o curso superior de Análise e Desenvolvimento de sistemas. Muitas vezes os formados neste curso também atuam em outras áreas.
A média salarial brasileira para quem está iniciando a carreira como desenvolvedor de softwares/sistemas é de R$ 2.266,14* para empresas de pequeno porte (até 499 funcionários). Lembrando que esta é a média salarial, pode e provavelmente há, salários inferiores.

Espero que tenham gostado, no próximo artigo abordaremos sobre a carreira de Engenheiro de Software.

*Informação retirada do site: http://www.salariobr.com.br